Noticia

Youtuber desabafa após prisão: ‘fui humilhado’

Depois de ser preso por invadir o Centro de Triagem e Observação Criminológica Professor Everaldo Luna (Cotel) com mais três amigos, Youtuber foi liberado após o pagamento da fiança, nesta terça-feira (17). Gerson Albuquerque afirma em um vídeo no seu canal no YouTube que foi humilhado.

De acordo com Gerson, a imprensa quis ganhar ibope criticando o seu trabalho: “A mídia tava me marginalizando, passando uma imagem minha muito negativa”. O youtuber falou que a emissora local usava seus vídeos para ganhar audiência e mudou para denegrir sua imagem: “E teve um apresentador aí que passou o programa inteiro só falando de mim, me julgando como se fosse a pior pessoa do mundo”.

Gerson ainda criticou a atitude da polícia em seu vídeo. Ele falou que ele e seus amigos não mereciam o tratamento que receberam, já que era uma brincadeira: “Eles me tratavam realmente como se eu fosse um bandido. Me algemaram nas mãos e nas pernas. Me levaram de camburão. Me humilharam tirando fotos minhas”. O rapaz relata que os polícias foram agressivos dando até tapas na cara.

Veja também:

O momento da prisão, para Gerson, foi encenado para que ele e seus amigos parecessem culpados: “Mandaram a gente deitar no chão, eles nos obrigaram a botar as máscaras pra gente sair como errado na história, como se a gente tivesse indo invadir”. Além disso, ele reconhece que errou: “não devemos brincar com essa situação de risco, de perigo, ainda mais num presídio. No meu ponto de vista, sim, eu errei, mas eles podiam nos liberar, pois a gente não tava nem com arma, nem com droga, nem fizemos menção alguma de assalto ou de reagir”. O youtuber afirmou que foi a pior noite da sua vida.

Youtuber e seus amigos são presos, após invadir Cotel vestidos de ‘La Casa de Papel’

Você também pode gostar