Celebridades, Noticia

Vítima de câncer e Mal de Parkinson, jornalista Gil Gomes morre em São Paulo

Faleceu na madrugada desta terça-feira, 16 de outubro, um dos maiores ícones do jornalismo policial, Gil Gomes, um exímio contador e narrador de histórias do meio. O profissional, que já se encontrava há bastante tempo afastado da TV, cerca de mais de 10 anos, morreu em casa vítima de câncer.

De acordo com informações divulgadas pelo site UOL, Gil estava em sua residência, em São Paulo, quando acabou sendo encontrado desacordado por familiares, que imediatamente o conduziram até o Hospital São Paulo, o qual informou que o mesmo não tinha sobrevivido. Segundo o site de notícias G1, o também radialista se sentiu mal na noite desta segunda-feira (15) e acabou sendo socorrido pelo SAMU, que o levou até o centro-médico acima mencionado.

Vale ressaltar que o ex-repórter do ‘Aqui e Agora’, do SBT, tinha 78 anos de idade e também sofria de Mal de Parkinson. Com vários anos de experiência no rádio e na televisão, Cândido Gil Gomes Jr. começou sua carreira como locutor esportivo da Rádio Progresso.

Veja também:

Tempos depois, o jornalista passou a se destacar na área policial, onde cobriu diversas matérias sobre crimes na Rádio Marconi. Já na TV, Gil trabalhou no SBT, Record, TV Gazeta e RedeTV!. Nascido no bairro da Mooca, na capital paulista, em 1940, ele também chegou a pensar em ser médico, profissão esta em que não vingou.

Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo (Foto: Reprodução)

Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar