Celebridades

Victor se defende e nega agressão à esposa grávida: “Jamais agrediria ninguém”

Em uma longa entrevista exibida durante o “Fantástico” deste domingo, 26 de fevereiro, Victor Chaves se posicionou sobre as acusações que vinha sofrendo desde o caso da suposta agressão contra sua mulher, Poliana Bagatini. O cantor foi abordado por uma equipe da Globo no aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. Ele estava acompanhado da própria mulher, e de seus sogros.

Pedindo para que a família fosse filmada apenas de costas, o sertanejo negou veementemente ter sido autor de qualquer agressão. “A única coisa que posso dizer é que minha família é meu bem maior. Jamais agrediria alguém na minha vida, muito menos minha esposa que está grávida do João. Toda minha postura sempre foi de preservar minha família e vou continuar fazendo isso, preservar minha família de uma exposição altamente negativa e com a qual vou lidar em recolhimento com minha família“, disse Victor, que faz dupla com Léo e polemizou após a repercussão do episódio.

Entenda o caso

Pelo que foi apurado, após ser espancada Poliana Bagatini procurou a delegacia e registrou um boletim de ocorrência contra o artista. A jovem relatou ter sido empurrada com força, até que caiu no chão e começou a ser chutada pelo marido. A violência teria acontecido na casa onde os dois moram, na capital mineira. Poliana ainda destacou que após as agressões, Victor e sua irmã tentaram impedir ela de deixar o local.

Uma vizinha teria ouvido o pedido de socorro e ajudado a jovem a sair da casa. No boletim, a vítima ainda disse que estava sofrendo ameaças da irmã do sertanejo: “No momento da confecção desta ocorrência, a vítima informa que estava recebendo ameaças por parte da irmã do autor por mensagens eletrônicas” informa a ocorrência.

Criticas

Veja também:

Com o ocorrido, os fãs estão aproveitando para criticar Victor nas redes sociais. Um verdadeiro bombardeio de comentários negativos aconteceu em seus perfis: “Você é um lixo de pessoa“, “Covarde“, “Ridículo“, “Ainda sem querer acreditar” e “Que a justiça, principalmente a divina e de consciência, guie esta família” foram alguns dos diversos comentários existentes em suas publicações.

Voltando atrás

Diferente do que teria sido afirmado, em uma carta, que foi divulgada neste domingo, 26 de fevereiro, Poliana esclareceu que não foi agredida pelo cantor, e ainda insinua que a mídia está expondo ela e a sua família de uma forma incorreta, com informações inverídicas. No final das contas, ela ainda elogia Victor e revela que torce bastante para que no final ela possa viver a vida dela, ao lado do seu marido. Veja a carta na integra e tire suas conclusões.

Na última sexta-feira, tivemos um grande desentendimento familiar que me abalou profundamente. Em Belo Horizonte, não tenho parentes ou amigos, estava distante da minha cidade natal e, após a discussão com minha sogra, sem sentir o apoio do Vitor que tentou me conter, vi na polícia um lugar em que me senti amparada.
Em momento algum, considerei que tivesse ocorrido qualquer crime, principalmente, praticado por meu marido Vitor, tanto que falei em meu depoimento na polícia que não tinha interesse na apuração de natureza penal.
Vitor não me machucou e nunca me machucaria e, para comprovar, a inexistência de qualquer lesão, resolvi fazer a perícia no IML. Apesar do transtono que toda a repercussão nos causou, meu bebê e eu estamos em pleno estado de saúde. Agradeço a preocupação com nossa família e peço a compreensão de todos, pois agora preciso de paz para me recompor“, disse a moça. Na internet, o caso está dividindo a opinião do público, que agora já não sabe em qual versão acreditar.

Victor e sua mulher, Poliana. (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar