Novelas

“Velho Chico”: Chorando, antes de ser assassinado, Martim se recusa a abraçar Afrânio

Em “Velho Chico”, você verá que Martim (Lee Taylor) continuará lutando contra Afrânio (Antônio Fagundes). Antes de morrer, o rapaz ainda não vai fazer as pazes com o seu pai, tudo começa com ele tomando a decisão de ir embora, é quando ele ouve de Afrânio: “Quero que você saiba de uma coisa, Martim. Preciso dizer uma coisa antes de você ir. Quero que você saiba que teu pai não é um assassino”, dirá o coronel.

No entanto, Martim, não dará atenção para seu pai, dizendo que não quer saber de mais nada, já que ele não tem pai, e que na sua vida sempre teve um coronel, dizendo que não acredita em nada que Afrânio falar, fazendo com que seu pai diga: “Não posso mudá o que você pensa de mim. Fui eu que trouxe esse jogo até aqui, me tornei isso, essa farsa, como você diz. Criei esse Saruê porque não fui macho para sustentá uma só morte nas minhas costas”, dirá.

Veja também:

No entanto, Martim dirá que agora é tarde para que seu pai fala as suas confissões. Abalado com as palavras de Martim, Afrânio dirá que foi covarde, mas no fundo ele não se arrepende. Em seguida, Afrânio ainda pedirá a Martim um abraço final: “Um abraço, filho, é teu pai quem tá pedino, Martim. Não vá s’embora ôtra veiz sem me dá ao menos um abraço”, dirá, antes de ver Martim, com lágrimas nos olhos, dar as costas e ir embora, sem atender ao seu pedido. Essas cenas devem irem ao ar no próximo dia 10. Informações do site Notícias da TV.

Martim vai se recusar a abraçar Afrânio (Foto: Reprodução/Globo)

Martim vai se recusar a abraçar Afrânio (Foto: Reprodução/Globo)

Você também pode gostar