Emissoras, Globo, Noticia

Único sobrevivente da queda do Globocop morre após dias internado

Nos últimos dias, um acidente envolvendo um helicóptero que prestava serviços para a central de jornalismo da Globo, em Recife, acabou deixando sequelas graves. A queda acabou fazendo três vítimas, e, apenas uma conseguiu sobreviver: Miguel Brendo Pontes Simões, de 21 anos. O jovem passou nove dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado delicado, passando por várias cirurgias urgentes.

No entanto, o único sobrevivente acabou vindo à óbito na manha desta quinta-feira, 1º de fevereiro, às 10h36. “A gente está muito triste. Queria agradecer a todas as pessoas, os que socorreram, os médicos que fizeram o possível e o impossível. Todo mundo se solidarizou. Só tenho a lamentar, é muita tristeza nesse momento”, disse Wagner Monteiro, pai do jovem, que soube da notícia por volta das 11h.

Sobre a morte de Miguel, a médica Karina Monteiro explica: “A causa da morte é o politraumatismo em si. As lesões iniciais foram muito graves, ele teve lesões toráxica, abdominal, óssea e neurológica. A causa imediata foi a lesão neurológica, mas todas as outras lesões também contribuíram”, afirmou ela.

Veja também:

É importante ressaltar que as outras duas vítimas do acidente foram o piloto Daniel Galvão, de 36 anos, e a 1ª sargento da Aeronáutica Lia Maria de Souza, de 34 anos. O sepultamento do primeiro aconteceu em Recife, enquanto o da segunda ocorreu no Rio de Janeiro.

Logo da Globo (Imagem: Reprodução)

Logo da Globo (Imagem: Reprodução)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar