Emissoras, Noticia

TV Gazeta, afiliada da Globo em Alagoas, é acusada de retaliação e afasta âncoras após greve

De acordo com informações do colunista Ricardo Fentrin, do UOL, a TV Gazeta, afiliada da Rede Globo em Alagoas, está recebendo acusações de jornalistas de retaliação contra todos os profissionais que aderiram a greve  da categoria no Estado, que ocorreu no mês de junho.

Após a greve, a emissora alagoana demitiu quinze jornalistas e apresentadores. Porém, a Justiça obrigou a TV Gazeta a reintegrá-los. O canal acatou a decisão, mas após a reintegração, foi iniciado um processo de retaliação, segundo o colunista.

A direção da TV Gazeta tinha como objetivo reduzir em 40% o salário das equipes, o que não foi aceito. A emissora, que pertence à família do senador Fernando Collor de Mello, inicialmente, deu férias forçadas a todos os reintegrados por força da lei. Então, começou a rebaixá-los de cargo, com redução de benefícios e visibilidade.

Veja também:

Sendo assim, em alguns casos, editores viraram produtores, apresentadores viraram editores, produtores foram trocados de postos e colocados em cargos menores. Até mesmo âncoras e comentaristas, com anos de casa, foram afastados do ar.

A TV Gazeta está enfrentando uma enorme crise econômica e política. O prédio que sedia a emissora será leiloado nos próximos dias para pagar dívidas. O diretor-executivo, Luís Amorim, está sendo investigado pela Lava-Jato, como o próprio Collor de Mello, há anos acusado de corrupção e que teve uma prisão de 22 anos pedida pela PGR (Procuradoria Geral da República) em abril. Nas redes, o público pede a volta de alguns apresentadores. Até o momento, a TV Gazeta não se pronunciou.

Jornalistas de Alagoas protestando contra a redução de seus salários (Foto: Reprodução/Sindjornal/Instagram)

Você também pode gostar