Noticia, Programas

TV Cultura acaba com o ‘Viola, Minha Viola’ após quase 40 anos no ar

Segundo informações do Notícias da TV, depois de 39 anos no ar, a TV Cultura decidiu acabar com o Viola, Minha Viola, um dos programas de auditório com mais tempo no ar de sua história. A atração, que estava sendo comandado pela cantora Adriana Farias nos últimos dois anos, não terá novos episódios. Os últimos episódios inéditos foram gravados em 2018, e a emissora que não haverá reprises por tempo indeterminado.

A TV Cultura não colocou oficialmente como o fim da atração, já que está reprisando episódios desde o ano passado, mas confirmou que não produzirá edições inéditas. “O programa permanece na grade da emissora e, a partir deste domingo, dia 11, passa a ser exibido às 7h, antes da Missa de Aparecida, inclusive com apresentação de Adriana Farias”, declarou o canal. Adriana não teve seu contrato renovado e e não faz mais parte da TV Cultura.

O Viola, Minha Viola teve sua estreia em 25 de maio de 1980 apresentado Moraes Sarmento (1922-1998) e Nonô Basílio (1922-1997). No mesmo ano, recebeu Inezita Barroso no palco, que cantou A Moda da Mula Preta, contou sua história e agradou ao público. De convidada, foi para a apresentação e permaneceu até 2015, ano de sua morte.

Veja também:

O programa foi tirado do ar por um breve tempo, para que a TV Cultura definisse como seria a continuidade dele. Inicialmente, foi cogitada a contratação de Lima Duarte, mas se tornou inviável. A emissora trouxe, então, um nome jovem e de destaque da música caipira para o comando. Surgiu Adriana Farias, frequentadora da atração nos tempos em que era comandada por Inezita.

Além do Viola, Minha Viola, o ‘Manos e Minas’ também deixou de ser produzido pela TV Cultura. No entanto, a emissora confirmou que está sendo um fim temporário e que, em breve, ele voltará a ter novas edições exibidas no canal.

Inezita Barroso comandava o “Viola, Minha Viola” na TV Cultura (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar