Emissoras, Noticia

TV Brasil decide gravar Sem Censura após protesto ao vivo e volta atrás

Uma decisão unânime da alta cúpula da TV Brasil orientou a produção do Sem Censura a fazer o programa gravado. Isto teria sido acertado após o ator Pedro Cardoso ter protestado e abandonado o programa ao vivo na última quinta-feira, 23 de novembro, surpreendendo à todos e criando uma saia justa das grandes. No entanto, eles voltaram atrás e causaram grande correria.

Já estava tudo acertado para que o programa da última sexta-feira, 24 de novembro, fosse uma reapresentação das melhores entrevistas. Porém, temendo a repercussão negativa da decisão, a direção revogou de última hora o que tinha sido decidido. Sem tempo hábil para encontrar entrevistados, a atração teve que ocupar as poltronas com apresentadores da própria emissora. As informações são do Notícias da TV.

Entenda o caso

Uma situação inusitada foi registrada na tarde da última quinta-feira, 23 de novembro. Durante o programa Sem Censura, da TV Brasil, Pedro Cardoso utilizou o espaço em que deveria responder a um questionamento para fazer um discurso revoltado e, logo em seguida, abandonar o estúdio ao vivo. “Eu não vou responder a essa pergunta e a nenhuma outra porque quando eu cheguei aqui [à sede da emissora], eu encontrei uma empresa que está em greve. E não participo de programa em empresas que estão em greve“, disse o ex-ator global.

A declaração de Pedro faz referência ao movimento grevista iniciado desde o último dia 14 em todas as sedes da Empresa Brasil de Comunicação, órgão público que mantém a TV Brasil. Eles protestam contra o congelamento de salários e a retirada de benefícios.

Veja também:

De acordo com informações do UOL, desde o início do governo Temer, programas da emissora estavam sendo gravados para evitarem protestos ao vivo. Porém, com a greve, isto não está sendo mais possível e o jeito está sendo todas as atrações irem ao ar em tempo real.

Ainda sobre a situação protagonizada por Pedro, antes dele deixar o programa, foi feito um desabafo contra o presidente da EBC, Laerte Rimoli, que fez um post nas redes sociais ironizando um posicionamento recente de Taís Araújo sobre racismo. “Além disso, o presidente dessa empresa, uma empresa que pertence ao povo brasileiro, fez comentários racistas a respeito de uma colega minha, que tem presença de sangue africano“, esbravejou o ator, que depois se levantou, cumprimentou a todos e saiu do programa ao vivo.

Pedro Cardoso se revoltou ao vivo e abandonou um programa da TV Brasil (Imagem: Reprodução/TV Brasil)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar