Celebridades

TST condena Ratinho por trabalho escravo

O TST (Tribunal Superior do Trabalho), condenou o apresentador Ratinho do SBT, a pagar uma multa no valor de 200 mil reais, por manter trabalhadores com condições parecidas com à escravidão em uma fazenda.

Segundo a decisão judicial, a indenização é por conta de danos morais coletivos por falta de fornecimento de material de proteção adequado ao ofício de seus trabalhadores. Ainda de acordo com o tribunal, os trabalhadores se alimentavam nos banheiros e lavouras.

Veja também:

Em uma nota enviada pela assessoria de imprensa de Ratinho ao G1, o apresentador contou não ser mais proprietário da fazenda desde o ano de 2010, porém admitiu ser réu na ação e frisou o fato de ter sido “excluído da condenação em segunda instância”.

Ratinho é condenado pelo TST (Foto: Reprodução)

Ratinho é condenado pelo TST (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar