Celebridades

Tony Ramos fala sobre rompimento com Friboi: “Não devo nada a ninguém”

Pela primeira vez, Tony Ramos falou abertamente sobre o rompimento contratual com um famoso frigorífico em que era garoto-propaganda e recentemente virou alvo de escândalos da Operação Lava-Jato. Em entrevista a Rádio Gaúcha na manhã desta terça-feira, 20 de junho, ele garante não ter se arrependido de estampar as propagandas da marca, e esclareceu detalhes em volta do contrato que estava mantendo com a Friboi.

Fomos surpreendidos pela delação de um dos donos. Com essa delação, muda de figura. Há uma crise institucional e, ao mesmo tempo, um incômodo da minha parte de continuar prestando meu nome – não ao produto, este eu não me envergonho e não me arrependo. Continuarei como homem que sou a dizer: ‘anunciei aquilo que eu consumia’. Disso não me arrependo de nada. Não vi problema em receber para anunciar aquilo que consumo“, disse ele.

Veja também:

Eles teriam direito a usar a minha imagem por mais um ano e pouco. A partir disso se rompe o contrato porque vejo que nessa confusão enorme de informações que eu não prestaria mais meu nome. É simples assim“, contou Tony, que ainda revelou sobre o acordo com a marca: “Há detalhes de multa ou não multa. Há detalhes de como faço o distrato. Existem pontos de venda no interior do Rio Grande do Sul, do Recife, de São Paulo… Algumas fotos minhas estão expostas ainda. Isso tudo tem que ser retirado. Há um tempo legal para que eles retirem isso. […] Eu sou um cidadão que recebeu para fazer um anúncio de propaganda. E pagou os seus impostos na fonte. A este país e a ninguém eu devo nada“.

Tony Ramos era garoto-propaganda da Friboi (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar