Celebridades

Tonico Pereira sobre atual momento político: “Não é democrático. É imbecil”

O ator Tonico Pereira que recentemente interpretou o personagem Ascânio na novela “A Regra do Jogo”, da Globo. Foi criticado por suas posições políticas. “O momento político atual é de extremismo. Não é libertário, não é democrático. É imbecil e burro”, disse, em conversa com o IG. Tonico falou sobre comentários agressivos que recebe no Facebook e os rebate: “Não sou petista, por exemplo, mas sempre dizem que eu sou. Como se qualquer coisa que tratasse contra o que está acontecendo, eles identificam como uma pessoa comunista, petista. Isso é de uma burrice, de uma imbecilidade, de uma falta de visão…”.

Um vídeo foi divulgado nas redes sociais e gerou um desconforto para atores da Globo, recentemente. O material contava com a presença de globais falando sobre política e, nas imagens, era mostrada uma lista dos onze maiores casos de corrupção no Brasil. A emissora ocupava a 7ª posição com o item “Sonegação da Rede Globo”.

O ator deixou claro que nunca foi sua intenção falar mal da Globo e ressaltou as vezes em que a emissora “salvou sua vida”. “Isso não estava previsto. Não digo que foi manipulação, mas fizeram uma coisa errada, isso não estava no meu contexto de libertário, de democrata, não me interessava em momento nenhum falar mal da Globo”, explicou-se.

Veja também:

Nesse momento, o foco de Tonico é em seus projetos futuros na emissora. “Vou fazer uma participação em uma série no ‘Fantástico’ com a Glória Pires”, conta. A série terá cinco episódios, e o ator fará um deles. Ele também gravou uma entrevista para o programa “Ofício em Cena”, apresentado por Bianca Ramoneda na GloboNews.

Em entrevista ao iG no ano passado, Tonico disse que estava precisando muito de dinheiro e que era o “rei da falência”. Agora, ele fala que a questão já está começando a se resolver: “Eu tenho uma dívida a pagar e tenho que trabalhar. Mas tudo bem, está indo. Estou conseguindo pelo menos pagar”.

Ator fala sobre crise política do Brasil

Ator fala sobre crise política do Brasil

Você também pode gostar