Celebridades, Noticia

Thaila Ayala lamenta morte do seu cachorrinho

A atriz Thaila Ayala lamentou por meio de uma das suas redes sociais, a morte do seu animal de estimação. Trata-se de um cachorrinho, da raça buldogue francês. Ela mostrando tristeza, prestou uma linda homenagem ao seu amiguinho de todas as horas. Relembrando momentos importantes que o bichinho passou ao seu lado, enquanto estava em vida.

A mensagem foi passada através do seu perfil no Instagram, de forma emocionante, a famosa ainda lembrou do seu pai que também não está mais entre nós. “Meu filho que você alegre o céu, encontre meu pai por lá. Foi ele que me ensinou a amar vocês, vai cuidar muito bem de você!”, desejou a moça neste sábado (30), deixando seus fãs sentidos.

“A sua grande festa e seus olhos brilhantes de amor quando me viu! Não tinha como não levar você pra casa. Você era como um bebê precisava de atenção o tempo todo, dava um cansaço danado, comeu metade da casa e eu daria quantas casas eu pudesse pra você comer todas elas. Com o tempo você acalmou um pouquinho parou de comer sapatos e resolveu ser vegetariano, não podia ver nada verde sair da geladeira que já ficava maluco se fosse rúcula então os olhinhos esbugalhavam”, iniciou.

“Cheguei em aos prantos e você estava me esperando na porta, me acompanhou até o sofá sentou ao meu lado numa paz nunca antes vista e começou a lamber minhas lágrimas. Você realmente era só amor, era tanto amor por tudo e todos que quem quisesse levava você embora”, completou ela, enfatizando o dia triste em que o cãozinho lhe acolheu.

Veja também:

Nunca vou esquecer de como você me escolheu, a sua grande festa e seus olhos brilhantes de amor quando me viu! Não tinha como não levar você pra casa. Você era como um bebê precisava de atenção o tempo todo, dava um cansaço danado, comeu metade da casa e eu daria quantas casas eu pudesse pra você comer todas elas. Com o tempo você acalmou um pouquinho parou de comer sapatos e resolveu ser vegetariano, não podia ver nada verde sair da geladeira que já ficava maluco se fosse rúcula então os olhinhos esbugalhavam. Nunca vou esquecer o dia que eu cheguei em casa triste, aos prantos e você estava me esperando na porta, me acompanhou até o sofá sentou ao meu lado numa paz nunca antes vista e começou a lamber minhas lágrimas. Você realmente era só amor, era tanto amor por tudo e todos que quem quisesse levava você embora. Só não era muito amigo de cachorros, se achava o pitbull se achava gigantesco o mais forte de todos, não importava o tamanho ou raça qualquer cão que chegasse perto ele avançava mesmo, já fomos expulsos de alguns lugares por causa disso. Nunca vi um cachorro TÃO parecido com os donos, cara de um fucinho do outro, esfomeado, impulsivo, ansioso, e mesmo quando queria demonstrar só amor ainda dava uma machucada na gente com a falta de jeito e a intensidade dele, tipo EU! Rs Parecia q tinha saído mesmo da minha barriga. Meu filho que você alegre o céu, encontre meu pai por lá foi ele que me ensinou a amar vocês, vai cuidar muito bem de você! Obrigada Paulo por te cuidado TÃO bem dele o tempo que eu não pude estar aqui. Você foi um Pai Foda!!! Obrigada Lara por todo cuidado e amor nessa fase tão difícil dele! Te amo monstrinho! Te amo pra sempre! INFINITA GRATIDÃO de poder ter vivido cada segundo do seu lado!

A post shared by Thaila Ayala (@thailaayala) on

Você também pode gostar