Séries

“Tem alguns efeitos especiais que a gente nunca fez no Brasil”, diz diretor de “Supermax”

Nesta terça-feira, dia 20 de setembro, a Globo vai estrear a sua ousada série “Supermax”. O público não está acostumado com produções desse gênero de terror na emissora carioca, o que preocupa a alta cúpula da Globo, que teme que a série fracasse na audiência, conforme você viu anteriormente aqui no Famosos na Web.

Mas não é só a emissora que está preocupada com a resposta dos telespectadores ao projeto. O diretor de “Supermax”, José Alvarenga Jr., contou em entrevista ao portal “UOL” que a maior parte do público pode estranhar a novidade em um primeiro momento: “Estou preocupado com a audiência, a gente sempre fica. O público da TV aberta pode estranhar um pouco o gênero no início, mas foi a porta que a Globo nos deu. Tem que apostar, se você não apostar vai estar sempre vivendo a mesma coisa”.

Veja também:

O diretor ainda contou que, após “Supermax”, quer continuar trabalhando com o terror: “Quero apostar mais neste gênero, ele é muito interessante. O medo também mexe com a sua função. Para mim interessa dar uma sacudida no público, tirar o público do lugar que ele está. O humor também tira, mas é para relaxar”. “Foram cinco meses de gravação, de julho a dezembro do ano passado. Temos muitos efeitos especiais, alguns que a gente nunca fez no Brasil”, acrescentou José.

"Supermax" estreia hoje (20) na Globo (Foto: Reprodução/Globo)

“Supermax” estreia hoje (20) na Globo (Foto: Reprodução/Globo)

Você também pode gostar