Tatá Werneck faz desabafo e diz não se considerar engraçada: “Sou estranha”

Concedendo entrevista ao “Estúdio i”, da Globo News, desta sexta-feira (13), Tatá Werneck falou sobre sua carreira como humorista e sobre sua vida fora dos palcos. Ao ser questionada pela apresentadora Maria Beltrão, se ela se acha uma pessoa engraçada quando não está na frente das câmeras, a atriz fez um desabafo.

Eu acho que sou estranha, não sei se é ser engraçada. Eu acho que fisicamente precisam dar uma estudada“, disse Werneck que logo em seguida comentou sobre o papel do humor no Brasil atualmente. Classificando como “ferramenta política transformadora“, a comédia para ela, no entanto, ainda é vista com discriminação.

Eu acho o riso uma ferramenta política transformadora, capaz de trazer reflexões, é a minha dose diária de sobrevivência. Mas tem isso, né? Da comédia ser vista como o primo pobre da interpretação. [A comédia] ainda é muito discriminada, parece que é uma arte à margem“, pontuou.

Tatá Werneck
(Imagem: Divulgação/Globo)
Curtidas
Gustavo
Estudante de Comunicação Social pela Universidade Federal de Campina Grande, faço deste site meu ambiente diário de trabalho desde 2015 com honra e satisfação, ocupando o posto de Redator e de Assessor de Comunicação. E-mail: [email protected] Telefone: (083) 991-383-482

Comentários