Celebridades

STF não mandou tirar o “BBB” do ar, entenda a polêmica

Nesta semana, correu bastante notícias de um falso veículo de comunicação, que deu conta de que o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, o STF, determinou que a Globo retirasse do ar o “Big Brother Brasil”. Isso tudo aconteceu pelo motivo de que as cenas quentes de Marcos e Emilly estavam causando indignação ao povo brasileiro.

No entanto, embora muita gente tivesse acreditado na história, ela não passa de uma mera invenção. Segundo a Veja, em momento algum o STF mandou a Globo tirar o “BBB” do ar, até porque as cenas quentes, que teriam sido objeto para a decisão, nem foram exibidas na TV aberta, se limitando apenas ao serviço pago, em que o assinante tem acesso 24 horas as imagens da atração, e concorda com as cenas que poderá ver.

A assessoria do ministro Gilmar Mendes ainda soltou uma nota reafirmando que a notícia não tinha o menor cabimento, e que para se ter uma ideia, não há nenhum tipo de processo correndo no STF que vise a retirada do programa do ar, sendo assim, tudo não passa de uma invenção. Na internet teve gente que acreditou e ainda parabenizou o ministro pela atitude de “coragem” ao tirar um programa do ar.

O STF não mandou tirar o “BBB” do ar (Foto: Reprodução)

Veja também:

 

Você também pode gostar