Celebridades, Noticia

Sonia Abrão faz grande desabafo sobre Raul Gil: ‘as coisas param por aqui’

Nesta quinta-feira (28), Sonia Abrão se pronunciou sobre a briga com Raul Gil. A apresentadora acabou definitivamente com a amizade de décadas que tinha com o apresentador do Programa do Raul Gil após ele convidar o jornalista Leo Dias, do Fofocalizando, para o quadro Para Quem Você Tira o Chapéu?, onde ele criticou Sonia.

Em uma entrevista dada por Raul, nesta quarta-feira (27), o apresentador afirmou que ainda gosta da colega e que não há nenhuma desavença entre eles: “Se ela quiser, eu vou lá, dou um beijo nela. Eu amo a Sonia Abrão. Acho ela espetacular, uma batalhadora”. No entanto, na edição de hoje do A Tarde é Sua, Sonia fez questão de fazer um grande desabafo sobre: “É um apresentador de TV que era querido por mim e não é mais. Não quero ficar falando. Eu digo o que eu tenho que dizer e ponto. Eu já disse e eu não quero ficar com réplica, tréplica… A coisa começa a descambar e pode virar baixaria”.

“Era a vez do tal apresentador (Raul Gil) falar a versão dele, falar sua história. O convite que surgiu para participar do quadro do Chapéu. Quero que se lixe. A opinião dele (Leo Dias) ao meu respeito não tem o menor valor. Eu não dou valor nenhum para essa história. O que me magoou partiu de um amigo. Aprendi com meu pai ‘Alguém falou alguma coisa de você. Primeiro veja quem fala. Porque você pode dar valor ou não’. Eu sigo essa regra e não dou valor nenhum”, declarou Sonia, e continuou: “O amigo não me deu respeito. Você fazer do seu colega que é o tema, um circo. Aí são anos e anos de amizade. Você se sente usada, explorada. Nada. Não representada nada aquilo”, disse.

A apresentadora continuou o desabafo: “Para um amigo de tantos anos. Alguém que nos momentos mais difíceis como há um ano ou dois anos passados a gente esteve do lado. Poderia ter feito um circo com a situação profissional que ele passou. A gente deu apoio. Porque é um dos mestres da comunicação do país. Em nenhum momento fizemos algo diferente. Não fizemos nada de forma leviana como fui tratada no programa. O meu choque foi aí”. “Eu tenho, de verdade, uma paciência de Jó, uma tolerância zero, mas com coisas específicas”, disse ela. E avisou: “Não me deixa ir embora, porque quando eu vou não volto mais. Não somos donos do nosso destino, é meio difícil. Normalmente eu vou e não volto”.

Veja também:

“Eu não quero de jeito nenhum. Não vai ter nenhum convite para que venha aqui e muito menos eu aceito um convite para ir lá. Então acabou. Porque acho que se durante tantos anos as coisas não valeram, não foi de coração para coração, quem estava errada era eu. Eu acho que tenho que me reposicionar em relação a isso. Eu fiz e continuo fazendo. Tenho a certeza de quem saiu perdendo nessa história”, afirmou. “Sou amiga leal, não sou amiga pela metade. De nós dois quem saiu perdendo não fui eu. Determinadas pessoas não se tocam que estão perdendo mão de amigos que seriam para sempre. Não desvalorizo meus sentimentos. Não admito que se brinque com isso tipo de coisa. Depois de tudo você descobrir tudo que alguém ainda é capaz de no decorrer das histórias… é cínico também, é irônico também e não assume. Resolve pegar e deixar por um outro lado”, detonou.

Sonia Abrão, então, finalizou: “Não tem convite. Não tem beijo nunca mais. Não quero beijar Judas. As coisas param por aqui”, falou. “As coisas param por aqui. Acabou, acabou. Vou acabar com dignidade. Respeito com o profissional. A importância que tem na TV brasileira, a importância que tem no mundo da comunicação, essa jamais vou por em questão. Segue o baile”, finalizou.

Raul Gil (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar