Emissoras

Sem acordo, Record, SBT e RedeTV! sairão em breve da grade da Vivo TV

Parece que o sonho da Record TV, SBT e RedeTV! de permanecerem na grade das operadoras de TVs por assinaturas está indo definitivamente por água à baixo.

Isto porque, se já estava difícil para a Simba Content chegar a um acordo com a Embratel, Oi TV, Claro TV, Sky e NET para que estas continuassem a transmitir o sinal das três emissoras abertas em seu line-up, com a Vivo TV, única que conseguiu dialogar e permanecer com os canais em sua programação desde o fim do sinal analógico em São Paulo e Brasília, aconteceu o mesmo.

Portanto, desde a manhã desta sexta-feira (12), que a empresa vem emitindo um comunicado na tela aos assinantes informando-os de que os sinais da Record TV, SBT e RedeTV! serão cortados de seu pacote a partir do dia 10 de junho, devido a não ter conseguido estabelecer um acordo comercial com a joint-venture que representa as três emissoras abertas.

Desta forma, se de fato isto acontecer, os três canais paulistas poderão se complicar ainda mais em números de audiência no canal fechado, ficando, dessa maneira, fora de 97% dos domicílios que recebem o sinal das TVs por assinatura em São Paulo e Brasília.

Confira o comunicado abaixo:

Vivo TV comunica aos assinantes sobre a saída da Record, SBT e RedeTV! de sua grade de programação (Foto: Reprodução)

Record, SBT e RedeTV! calculam estragos após guerra contra TV paga

Parece que o joint-venture criado para representar a Record, SBT e RedeTV! anda mais decepcionado do que nunca com os resultados da parceria.

Veja também:

De acordo com o colunista Flávio Ricco, desde a guerra contra a TV paga as emissoras estão desesperadas com tamanho prejuízo. Achando que existiria uma “revolução” de assinantes de TV por assinatura cancelando seus planos em protesto a saída dos sinais, eles estão arrasados com a realidade dura a qual foram apresentados.

O resultado está começando a chegar agora, após ter se passado o primeiro mês fora de uma grande fatia do mercado. O mercado publicitário está correndo das emissoras e preferindo investir naquelas que estão em sua normalidade. Nos cofres, isto fica sendo sentido com uma expressividade cada vez maior.

Vale lembrar que, até o momento, eles só saíram do ar para as operadoras de Brasília e São Paulo. A tensão nos bastidores é quanto as próximas praças que a guerra continuará sendo travada. Do lado das empresas que comandam as TV’s pagas, há uma enorme articulação para que nenhum acordo seja fechado.

Simba representa a união entre Record, SBT e RedeTV! (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar