Séries

Segunda temporada de “A Garota da Moto” será paga com dinheiro público

O SBT está bastante empolgado para a segunda temporada da sua série “A Garota da Moto”. Inclusive, silenciosamente, os trabalhos já acontecem. No entanto, o que até então era desconhecido, agora sabe-se que a segunda temporada da série, será paga com dinheiro público. Isso acontece pelo fato de que a produtora responsável, foi autorizada a captar recursos para a produção da série.

Segundo informações da colunista Patrícia Kogut, a Mixer, produtora responsável por “A Garota da Moto”, foi autorizada pela Ancine a captar exatos 13.572.095,35 de reais.  Esse dinheiro pode ser dado por empresas, e no final das contas, acaba tendo isso deduzido nos impostos pagos ao governo. Sendo assim, no final das contas, a maquina pública deixa de ganhar dinheiro, para que os projetos saiam do papel.

Veja também:

O curioso disso tudo é que a série será exibida pelo SBT, que por sua vez, lucrará muito com a exibição do conteúdo, assim como a Mixer ganhará muito dinheiro, com algo que não gastaram nada para produzir. Exatamente por isso que incentivos como esse costumam ser bastante criticados pelo público, que não aceita ver o Governo perder para que o privado (SBT e Mixer) ganhem.

"A Garota da Moto" será financiada com dinheiro público (Foto: Reprodução)

“A Garota da Moto” será financiada com dinheiro público (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar