Emissoras

SBT, Record e RedeTV! voltam atrás e desistem de cortarem o sinal para a TV paga

Recentemente noticiamos aqui no Famosos na Web a verdadeira guerra instaurada pelas três maiores redes de televisão do Brasil. Com o Simba, joint-venture que representa a parceria entre SBT, Record e RedeTV!, a empresa exigia que as redes fossem remuneradas pela exibição de seus sinais na TV paga, sob a justificativa de que o mesmo acontece com a Globo.

Ameaçando iniciar a guerra a partir do próximo dia 29, com o fim do sinal analógico em São Paulo, parece que eles acabaram recuando. De acordo com informações do colunista Ricardo Feltrin, a empresa decidiu abrir mão da disputa, mas pelo menos por enquanto.

Firmes ainda na ideia de fazerem batalha contra as operadoras, esta situação trata-se apenas de uma exceção para não deixar os telespectadores paulistas sem a programação das redes.

Record, SBT e RedeTV! x TV paga

O Famosos na Web expressou há algumas semanas atrás o golpe duro contra a TV paga que estava sendo preparado por uma empresa formada entre os três principais canais da TV aberta. A Simba, coligação feita entre Record, SBT e RedeTV!, decretou guerra contra as operadoras de televisão por assinatura. As emissoras querem receber pela exibição de seus sinais, mas estão sendo desprezadas.

Veja também:

O colunista Daniel Castro noticiou que todas às operadoras receberam propostas comerciais dos advogados da empresa. No entanto, Sky, Net, Oi TV, Claro TV e todas as outras, avisaram que não abrirão mão de qualquer valor, sob justificativa da publicização feita nesses veículos de TV e da gratuidade da TV aberta.

Já as emissoras garantiam que, com o fim do sinal analógico, a partir de março, caso um acordo não seja fechado, eles irão cortar os sinais. Juntas, a audiência das três redes somam 19,7%. As operadoras afirmam que querem ver no que vai dar tudo isto, e se Edir Macedo, Silvio Santos e Marcelo de Carvalho, aguentarão uma queda em suas audiências. O outro lado também diz que quer ver quem vencerá na guerra, pois estão certos de que muitos os clientes irão cancelar suas assinaturas e forçarem o retorno dos canais.

As emissoras irão cortar seus sinais na TV paga. (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar