Emissoras, Noticia, SBT

SBT exibe slogan do regime militar em apoio ao Presidente Jair Bolsonaro

Nesta terça-feira (06) o SBT começou a exibir uma série de vinhentas de cunho nacionalista, demostrando seu apoio ao Presidente eleito Jair Messias Bolsonaro. A mais polêmica apresenta imagens de locais turísticos, acompanhada com a voz de um locutor que declara: “Brasil, ame-o ou deixe-o”. Uma frase reconhecida de longe como uma das principais do regime militar.

No entanto, outras mensagens do período de 1964 a 1985 não foram esquecidas. “Brasil de encantos mil”, “Pra frente Brasil”, “Brasil, pátria amada”, “Brasil, terra adorada” e “Eu te amo, meu Brasil”, também ganharam destaque no intervalo comercial da emissora. A última citada é verso da música da dupla Dom e Ravel, que tinha bastante espaço na década de 70 e 80 no canal.

Segundo informações do Notícias da TV, uma fonte da alta cúpula do Sistema Brasileiro de Televisão, revelou que a produções das ”propagandas” foram confeccionadas após ordens de Silvio Santos. Indicando assim que a rede televisiva ficará ao lado do líder do Poder Executivo. Com isso, a média já vem sendo feito, tanto que Bolsonaro e sua esposa Michelle, foram convidados para participar da edição 2018 do Teleton.

“‘Eu te amo, meu Brasil, eu te amo, meu coração é’ e ‘Brasil: ame-o ou deixe-o’ são propagandas da ditadura militar. Nós amamos o Brasil. O de todas as cores, credos e opiniões políticas. Enaltecer a ditadura não é amar o Brasil, mas repugnar a democracia e as conquistas da Constituição de 1988. ‘Brasil, ame-o ou deixe-o’ não é sobre amor e patriotismo. É sobre a violência do exílio e do desterro. Tirem o cavalinho da chuva: Vamos ficar, lutar e defender a democracia. Por amor ao Brasil”, repudiou Manuela D’Avila em seu perfil no Twitter.

Você também pode gostar