Noticia, TV

SBT e Record tomam medidas opostas em relação a censura dos “memes” feita pela Globo

SBT e Record entraram na guerra que a Globo iniciou contra internautas que postam prints da programação em suas redes sociais. As rivais da líder de audiência, porém, tomaram uma posição contrária: enquanto a primeira colocada está proibindo o compartilhamento de imagens reproduzidas de seus programas, as emissoras de Silvio Santos e Edir Macedo decidiram incentivar o público a espalharem o conteúdo.

Consideraram que é uma forma de publicidade gratuita. “Pessoal lindo do Twitter, o Patrão liberou prints e gifs sobre a nossa programação, podem ficar à vontade para compartilhar e marcar a gente também. A gente adora responder todo mundo que responde nossos tuítes!“. publicou a VTV, afiliada do SBT na região de Campinas e da Baixada Santista, em uma mensagem que mostrava Silvio Santos tirando selfie com uma fã.

A iniciativa dos dois canais foi elogiada por internautas. Já a Globo é criticada pela caça às bruxas que tem promovido desde o último domingo (17): ela tem denunciado contas de usuários que reproduzem frames de seu conteúdo, sob a acusação de que os perfis infringem direitos autorais e de imagem.

Veja também:

As redes sociais, em especial o Twitter, têm papel fundamental na transformação de momentos da programação em marcos históricos. Foi assim com o “Eu sou rica” disparado por Carolina Ferraz em Beleza Pura (2008), com o “É uma cilada, Bino”, da série Carga Pesada (2003-2007) e com o meme da Nazaré confusa, que transformou a vilã de Senhora do Destino (2004) em uma figura mundialmente conhecida.

Meme da Nazaré confusa (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar