Emissoras

SBT é acusado de propaganda enganosa por não exibir “A Usurpadora” para todo o país

O SBT reestreou na tarde desta segunda-feira, dia 07 de outubro, a novela mexicana “A Usurpadora”, protagonizada por Gabriel Spanic e Fernando Colunga. O folhetim exibido originalmente em 1998 na Televisa, e em 1999 no Brasil, sendo represado em 2000, 2005, 2007, 2012 e 2015, tem como função barrar o “Balanço Geral”, da Record.

No entanto, além de ter obtido baixíssima audiência, a trama fez com que o canal de Silvio Santos virasse alvo de críticas. Isso porque, no sinal analógico da parabólica e em estados como Minas Gerais, foi transmitido, ao invés de “A Usurpadora”, “Chaves” e “Kenan e Kel”, respectivamente.

Veja também:

Isso seria algo totalmente normal, já que reprises na faixa das 13h geralmente não são exibidas para todo o Brasil, mas, o que foi criticado por parte dos internautas, é o fato do SBT ter anunciado a novela, e não ter exibido, o que eles chamaram de “propaganda enganosa”.

"A Usurpadora" terá nova reprise no SBT (Foto: Divulgação)

“A Usurpadora” banner (Foto: Divulgação)

Você também pode gostar