Celebridades

Sandra Annenberg revela que já foi vítima de assédio: “Fui discriminada”

Destaque no programa “Como Será?” e no “Jornal Hoje”, Sandra Annenberg é uma das jornalistas mais duradouras da Globo. Por lá, ela já passou por muitas atrações, incluindo o cobiçado “Jornal Nacional”. Tanto sucesso se deve ao talento e carisma de Sandra, ela, inclusive, já chegou a estampar os memes das redes sociais com seu bordão “Que deselegância!”. Mas como nem tudo são flores, Sandra revelou em entrevista à revista “Contigo!” que já passou por alguns preconceitos em sua carreira e chegou a ser vítima de assédio.

“As mulheres sempre tiveram sobrecarga de trabalho, porque acumularam a função de mãe, dona de casa e trabalhar fora. Eu fui discriminada, sofri preconceito e assédio sexual, como todas as mulheres, mas eu fui reagindo. Nós mulheres temos que provar muito mais que somos capazes. Todos os dias. É um trabalho de ‘formiguinha’ conseguir esse espaço. Fico feliz de entregar a minha filha um mundo um pouquinho mais igualitário e justo”, disse.

Feminista declarada, ela relembra algumas situações machistas que já vivenciou. “Fui criada por uma feminista, sou uma feminista e ser feminista é ser pela igualdade de direitos entre todos os se*os (…) Eu me orgulho muito de ser sido a primeira mulher a entrar diariamente no ‘Jornal Nacional’, a ter um quadro fixo como garota do tempo. Sou de uma época em que a mulher dividia a bancada como um ‘refresco’ para os olhos como se ela não tivesse o que dizer, não tivesse o mesmo peso do homem. Sou de um tempo que o homem abria o telejornal e a mulher vinha na sequência. Eu perguntava: ‘Por que todo ele é quem abre?’ Parece bobagem, mas é muito significativo”, relatou.

Veja também:

A diferenciação salarial é um dos assuntos mais debatidos nas comunidades feministas, com Annenberg não é diferente. Sobre isso, ela é bem direta: “Socialmente, a mulher sempre teve um papel menor, profissionalmente, menor ainda. Os salários são diferentes, sempre mais baixos, apesar de estar na mesma função que um homem”, declarou ela, que finaliza, comentando a relação com seu colega de bancada no “JH”, Evaristo Costa. “A gente tem uma relação profissional ótima, uma ‘química’ bacana. Já são dez anos juntos. É uma relação diária de muito respeito, companheirismo”, garante.

Sandra Annenbreg é âncora do "Como Será?" e "Jornal Hoje" (Imagem: Divulgação/Globo)

Sandra Annenberg é âncora do “Como Será?” e “Jornal Hoje”
(Imagem: Divulgação/Globo)

Você também pode gostar