Noticia, TV

Saiba quem vazou o vídeo polêmico de William Waack

Antes mesmo que pudessem buscar os responsável por vazar o polêmico vídeo onde William Waack acaba associando a cor negra a uma buzina que incomoda o seu trabalho, a pessoa já tratou de aparecer. Em declaração concedida à revista Veja, Diego Rocha Pereira, que foi funcionário da Globo até janeiro deste ano, revela ter sido responsável por vazar o vídeo em questão, como uma forma de exposição e protesto a atitude do jornalista.

Diego, que é negro, contou com a ajuda de Robson Ramos, seu amigo pessoal para propagar o vídeo em questão. Assim que viu a frase dita pelo jornalista em um monitor, Diego prontamente pegou seu telefone e filmou a ação considerada racista por muitos: “Quando vi William Waack falando aquela frase, não acreditei”,  “Achei muita sacanagem o cara falar uma besteira dessas e sair impune”, “Agora, espero apenas uma retratação dele, por todo o povo brasileiro, pois somos uma nação miscigenada e todo mundo aqui tem alguma raiz negra”, desabafa o rapaz, que admitiu não saber se sua atitude trará aluma consequência jurídica.

Entenda esse caso

Em uma gravação que viralizou na internet, William Waack profere um xingamento racista contra um popular que buzina o carro. Tudo ocorre em frente à Casa Branca, sede do governo norte-americano, onde ele surge ao lado de um comentarista e diz: “Tá buzinando por quê, seu m*rda do cac*te? Não vou nem falar, porque eu sei quem é… é preto. É coisa de preto!“.

Veja também:

Absolutamente nojento. A Globo ainda é capaz de dar prêmio pra esse pulha“, criticou um internauta. “Um ser desprezível este William Waack“, disse outro. “Já não basta ser desagradável com as jornalistas, ainda isso. Repugnante“, comentou mais um, se referindo aos casos polêmicos de discórdias dele com Christiane Pelajo e Cris Dias, sendo este último caso o mais notório, quando os dois trocaram farpas ao vivo.

Diego Pereira, o primeiro, ao lado do amigo que ajudou a propagar o vídeo (Foto: Reprodução/Instagram)

Você também pode gostar