Emissoras, RecordTV

Saiba quem é o advogado que move quase 100 processos contra a RecordTV

Volta e meia a RecordTV acaba sendo condenada na Justiça por não pagar direitos trabalhistas aos seus funcionários, alegando que eles apenas prestavam um serviço. No entanto, a Justiça está vendo isso com outros olhos, justamente em decorrência disso, a emissora vem amargando diversas derrotas nos tribunais. Contudo, há um advogado que coordena quase 100 processos trabalhistas contra o canal.

Segundo informações do site Notícias da TV, trata-se de Ricardo Brajterman, do Rio de Janeiro, que se tornou referência para os funcionários do canal, que pretendem processar a antiga empresa. O grande número de causas ganhas obtidas por Ricardo acabam atraindo os interessados. De qualquer forma, o defensor argumenta que o grande problema está no processo de driblar as leis ao “pejotizar” os funcionários: “Há imposição da empresa para que o profissional seja pessoa jurídica. Em vez de receber 13º salário, aviso prévio, férias, FGTS e todos os encargos, ele recebe só o salário seco. Se não abre uma empresa para receber, não trabalha lá”, afirma o advogado.

Em relação aos valores altos, sempre na casa dos milhões de reais,. ele diz que o que encarece, além das somas sobres os salários, está justamente as multas que a justiça aplica. já que deixar de recolher os direitos trabalhistas é um ato grave e por isso tem punição elevada, quando multiplica isso tudo, os valores sempre acabam chegando nos dois dígitos.

Na sua ultima condenação, a RecordTV precisou vender imóvel

Veja também:

A RecordTV vem enfrentando diversos processos trabalhistas referentes a regras que não teriam sido cumpridas pela mesma. Agora, a emissora terá que mexer no bolso mais uma vez, pois foi condenada a pagar 2,5 milhões de reais a um ex-diretor, que vinha traçando uma disputa judicial contra a emissora. Márcio Salim  é ex-diretor de imagem da emissora.

A 26ª Vara do Trabalho, determinou o leilão de um imóvel da RecordTV localizado na Estrada dos Bandeirantes, avaliado em 8 milhões de reais. A causa em questão está sendo defendida pelos advogados Ricardo Brajterman e André Dallalana, que, segundo o colunista Leo Dias, estão sendo considerados verdadeiros carrascos da emissora da Barra Funda, já que essa dupla defende outros funcionários do canal, que estão em buscas de seus direitos.

RecordTV acumula processos (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar