Curiosidades, Noticia, SBT

Saiba o que levou o SBT a desistir de contratar o elenco do Pânico em 2017

Muito aqui se falou (assim como também em outros sites) sobre a possível contratação da equipe do Pânico pelo SBT, que estaria querendo a trupe para fazer parte do elenco de sua emissora. Porém, o que quase ia sendo concretizado ainda em 2017 acabou não conseguindo obter sucesso.

Isso porque, segundo informa o colunista Ricardo Feltrin, Tutinha, que é o dono da marca e também da rádio Jovem Pan, afirmou ao canal de Silvio Santos que “o Pânico não é apenas um programa, mas também um formato original” e, com isso, pediu ao dono do baú para que ele pagasse mensalmente uma espécie de taxa ou “royalties” de formato.

Desta forma, Silvio não aceitou a proposta lhe ofertada por Tutinha, pois ele queria que o Pânico fizesse uma parceria com o SBT, sendo que cada parte ficaria responsável por dividir 50% com os ganhos e gastos com a produção.

Veja também:

Vale ainda ressaltar que também por essa razão foi que outras emissoras de TV abertas e fechadas se recusaram a propor algum tipo de interesse no humorístico. Atualmente, o Pânico pode ser ouvido de segunda a sexta-feira na Jovem Pan, a partir do meio dia, e/ou assistido no Youtube.

O programa deixou a grade da Bandeirantes no final do ano passado devido a cortes de custos que a empresa realizou. Segundo ela, a atração custava muito cara e, por isso, preferiu rescindir o contrato com os integrantes. Já, em 2011, eles saíram da RedeTV! em virtude dos salários atrasados.

Formação de elenco do "Pânico" em 2014. (Foto: Divulgação/Band)

Formação de elenco do “Pânico” em 2014. (Foto: Divulgação/Band)

Você também pode gostar