Emissoras

Rumo a falência, afiliada do SBT não paga funcionários que entram de greve

Mesmo com um lucro estimado em 14 milhões de reais a TV Alteirosa afiliada do SBT, está passando por um momento bem difícil e quem acaba pagando isso é os funcionários. Tudo porque na última terça-feira (29/12) os funcionários do canal resolveram fazer uma paralização.

Eles reivindicam o pagamento do 13 terceiro salário que até agora não foi pago, a greve está afetando alguns programas como o telejornal noturno da emissora foi gravado a tarde e com matérias do interior e do SBT de São Paulo.

“Nós somos uma afiliada do SBT, mas pertencemos aos Diários Associados. Só que o grupo está falindo. Este ano, o jornal Estado de Minas deu um prejuízo de 28 milhões de reais. Só que, segundo a própria empresa, a TV Alterosa deu um lucro de 14 milhões de reais, mas essa divisão do ônus não está acontecendo. Desde ontem, estamos parados. O jornal da noite foi gravado à tarde com matérias do interior e do SBT de São Paulo. A capa do Estado de Minas é igual ao do Correiro Braziliense, é ridícula” disparou um funcionário revoltado com a situação.

Veja também:

jE as reclamações não param por ai além de salários atrasados eles reclamam, que encontrar dificuldades até para conseguir suas férias: “Convivemos com salários atrasados faz um ano. INSS tá sendo recolhido, mas não é repassado ao governo. FGTS não é pago faz um ano. Quem teria que tirar férias em novembro, precisou provar que está com um pacote de passagem pago no RH da emissora, porque se não, não poderia tirar férias”, revelou outro trabalhador.

Revoltados funcionários cruzam os braços em afiliada do SBT.

Revoltados funcionários cruzam os braços em afiliada do SBT.

Você também pode gostar