Celebridades

Rosi Campos revela qual foi a inspiração para viver Eponina

No ar em “Êta Mundo Bom!” como Eponina, a atriz contou qual foi a real inspiração para viver a personagem. Em entrevista concedida ao UOL, Rosi Campos revelou: “Eu nasci em Bragança Paulista, mas fui criada em Santa Cruz das Palmeiras e lá eu tinha as amigas da minha avó e três tias: a Lola, a Gina e a Nena. Elas formavam um trio bem interessante e eu lembrei delas na hora de compor a Eponina. O artista sempre aproveita a observação, a lembrança das pessoas para criar um personagem”.

A atriz acredita que o papel emplacou e contou o motivo: “Ela é uma mulher que criou um mundo de sonhos e fantasia para poder sobreviver ali naquela fazenda, distante de tudo e de todos. Eponina é tão infantil quanto a sobrinha Mafalda, e por isso que essa dobradinha deu tanto certo. Aliás, o núcleo todo. São personagens engraçados, mas que têm também vida, têm histórias legais para contar”.

Veja também:

A respeito do famoso “cegonho”, Rosi disse: “O público embarcou mesmo no drama dela. Em todos os lugares que eu ia, logo vinha uma pessoa me perguntar se a Eponina iria casar, arranjar um marido. Depois começou a loucura de conhecer o ‘cegonho’ e de ver a ave finalmente voar e agora querem saber se o galo vai cantar novamente. Eu me divirto”.

A atriz interpreta Eponina em “Êta Mundo Bom!” (Foto: Divulgação)

A atriz interpreta Eponina em “Êta Mundo Bom!” (Foto: Divulgação)

Você também pode gostar