Noticia, Programas

Resultados de A Fazenda seriam forjados com a contratação de call centers

Com a proximidade da estreia da décima primeira temporada de A Fazenda, que será dia 17 de setembro na Record, algumas polêmicas vieram a tona. O reality show, que está sendo comandado por Marcos Mion, sempre foi questionado sobre os resultados das votações para decidir as eliminações.

Segundo informações do NaTelinha, alguns participantes estariam contratando serviços de call center, através dos seus agentes, para se dar bem durante o confinamento, chegando a distribuir até 2 milhões de reais em premiações. O site conversou com uma assessora que já teve seus clientes em A Fazenda e, segundo ela, já fez uso de empresas de telemarketing.

Além disso, a profissional afirmou que a contratação era comum por participantes de realities de confinamento e musicais. Sobre a atração da Record, ela revelou que os valores para contratação de call center variariam de R$ 30 mil a R$ 100 mil, dependendo do objetivo que o artista tem para ir ao reality – que é exposição ou vitória -, e da força nas votações da Roça.

Veja também:

De acordo com ela, há duas formas de cobrar pelo serviço. Uma é a porcentagem em cima do prêmio, que vai de um carro zero a R$ 1,5 milhão, ou um cachê com o serviço incluído. Apesar das informações, não há documentos ou nomes que possam provar as afirmações. Ela alegou motivos de segurança e confidencialidade. Além disso, questionada sobre a detecção dos auditores sobre esse sistema, ela explica que seria muito difícil, pois usam pessoas reais para o serviço.

Marcos Mion, Rafael Ilha e João Zoli durante a final de A Fazenda 10 (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar