Emissoras, Noticia

RecordTV, SBT e RedeTV colaboraram para que a TV paga perdesse quase 1 milhão de assinantes

O ano de 2017 foi marcado pelo início do fim da crise financeira que atingiu o país. No entanto, o clima de desconfiança e incerteza fez com que muitas pessoas continuassem contendo despesas supérfluas, como é o caso da TV por assinatura, que enfrentou mais uma ano de intensa queda, chegando a perder 5% dos seus clientes, o que totaliza exatamente 938.737 pessoas que cancelaram seus planos, segundo informações divulgadas pela Anatel (Agência Nacional das Telecomunicações).

Diante disso, conforme os dados enviados pelas próprias operadoras, ficou nítido que Claro e Net, juntas, tiveram uma perda de 724,2 mil assinantes. Na segunda colocação em termos de perda aparece a Vivo com 131,4 mil clientes a menos. Na contramão disso, a Oi ganhou 205,2 novos clientes, enquanto a SKY acrescentou aos seus números 109,6 mil clientes. RedeTV, SBT e RecordTV estão diretamente ligados a essa queda, uma vez que no ano passado promoveram um grande boicote as operadoras de TV, que tiveram que lidar com a crise e a propaganda contraria feita pelo Simba, que queriam ganhar 15 reais por cliente, mas no fim das contas esse valor caiu para apenas 1 real.

Nenhum projeto da Simba se concretizou até o momento

No primeiro trimestre do ano passado, muitos acompanharam a intensa briga de RecordTV, SBT e RedeTV contra as operadoras de TV por assinatura. O motivo da briga era simples: Eles queriam dinheiro em troca da liberação do sinal em HD para as operadoras, que, por sua vez, argumentava que ele já era entregue de graça à população, sendo assim, não fazia sentido pagar por algo que se é entregue de graça.

Veja também:

No final das contas depois de uma intensa quebra de preço, ficou acertado que o Simba, organização das três, teriam que criar no mínimo mais dois canais com conteúdo diferenciado, para que haja ao menos uma justificativa no pagamento pelos sinais desses canais. Passados mais de 6 meses de tudo isso, esse canais continuam apenas no papel. Não há um interesse em se consolidar no ramo da TV por assinatura, diferente de Band e Globo que já estão em negócios do tipo.

Simba prejudicou às operadoras de TV por assinatura (Foto: Reprodução)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar