Emissoras

Record nega passagens aéreas e obriga seus funcionários irem cobrir a Olimpíada de ônibus

A Record tomou uma atitude extremamente inusitada, que chocou os seus próprios funcionários. Isso porque, segundo informações do jornalista Daniel Castro, do site Notícias da TV, a emissora, cortando os gastos, decidiu que seus profissionais irão cobrir a Olimpíada do Rio, usando ônibus. A emissora se recusou a ter que arcar passagens aéreas para seus profissionais.

A Record deslocará pelo menos 200 profissionais de São Paulo para o Rio de Janeiro, durante o período olímpico. Para fazer essa transição, a emissora fretará cinco ônibus, que levará todas essas pessoas para a cidade maravilhosa. No entanto, deve ser esclarecido que a emissora vai conceder passagens aéreas para os apresentadores de telejornais, repórteres, narradores e executivos. Apenas o pessoal que não aparece nas câmeras, ou que não é importante (para eles), viajarão de ônibus.

Veja também:

Claro que a decisão revoltou a todos, visto que, segundo eles, uma viagem para São Paulo, de ônibus, leva mais de seis horas, já se fosse de avião, a mesma viagem duraria algo em torno de 1 hora, ou menos. A Record se mostrou irredutível, e ainda disse que a Band e a Fox iriam mandar seus profissionais irem de ônibus. Tanto a Band, quanto a Fox, se pronunciaram, desmentindo a Record, afirmando que todos os profissionais irão viajar de avião.

Todos esses irão de avião, já os demais... (Foto: Reprodução/Record)

Todos esses irão de avião, já os demais… (Foto: Reprodução/Record)

Você também pode gostar