Noticia, RecordTV, TV

Record mostra novo vídeo sobre o caso Brumadinho e trata tragédia como crime; veja

Na última sexta-feira (01), durante a exibição do Cidade Alerta, a Record TV subiu o tom na cobertura da tragédia na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, e passou a tratar o rompimento da barragem da Vale como um assassinato. O que acabou chamando a atenção do público, pelo fato da emissora diferentemente das rivais, mostrar um outro lado sobre o lamentável acidente.

Exibindo a gravação da câmera que estava presa no guindaste da companhia, que mostra o avanço da lama e alguns funcionários tentando fugir da rota dos rejeitos, Luiz Bacci começou a narrar as cenas. “Aquela matança toda de três anos atrás não os fez aprenderem absolutamente nada. Eles tratam o ser humano como tratam lixo que eles mesmos jogam nas barragens. Não dá pra admitir. O brasileiro está cada vez mais de luto”.

“O brasileiro não suporta essa injustiça com os inocentes e com o nosso meio ambiente. Porque eles vão acabando com o meio ambiente, pra fazer fortuna e fazer milhões”, falou o apresentador, aumentando o tom sobre a tragédia da cidade metropolitana mineira. Em um outro momento, Bacci ainda chegou a afirmar: “É homicídio doloso. O Brasil tem vergonha do trabalho da Vale!”.

Veja também:

Antes de iniciar esse comentário, o jornalismo da Record TV estava veiculando o seguinte GC: “Flagra: A lama invadindo Brumadinho”. Após o titular do Cidade Alerta tratar o caso como um assassinato, a emissora alterou o GC para: “Crime da Vale: A lama invadindo Brumadinho”. “Todos na rota criminosa da companhia Vale do Brasil. Eles construíram, segundo a denúncia das famílias dos funcionários, os refeitórios no caminho do crime. Eles botavam os funcionários para almoçar, para jantar, pro café da manhã, na mesma rota”, criticou Luiz Bacci.

Se por acaso a barragem rompesse, todos estariam na rota do tiro. Isso ai é um tiro, né? Um tiro fatal em todas essas pessoas. Os escritórios do povo lá que se matava pra ajudar essa empresa a faturar milhões… Todos na mesma rota da lama da morte. Todos, na mesma rota”, continuou o apresentador. Após a exibição de uma entrevista coletiva do prefeito de Brumadinho, o apresentador continuou: “Tem que botar todos os culpados atrás das grades. Essa imagem aí (gravação da câmera)… Isso daí é tão grave quanto bandido que vocês veem e ficam chocados pegando fuzil e matando gente inocente. É a mesma coisa. É homicídio doloso. O Brasil tem vergonha do trabalho da Vale”, completou. De acordo com informações do site NaTelinha.

Cidade Alerta é vice-líder no mês de novembro (Foto: Reprodução)

Cidade Alerta muda o tom sobre Brumadinho e trata caso como crime (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar