Emissoras, Noticia, TV

Record acusa à Globo de ser favorecida pela Marinha em viagem; veja

A Record concluiu que a Marinha do Brasil deu exclusividade à Globo em uma reportagem na Antártida e decidiu cancelar a viagem que faria à estação Comandante Ferraz em março. Em e-mail enviado nesta quinta (14) ao Centro de Comunicação da Marinha, em Brasília, a emissora recusou o convite para a viagem, alegando que a Globo retornará da mesma jornada uma semana antes dela e dos demais canais embarcarem.

A emissora de Edir Macedo questionou a Marinha, relembrando que o presidente Jair Bolsonaro se comprometeu a não favorecer nenhum canal. Chefe do departamento de Comunicação do órgão, o comandante Ricardo Maia nega favorecimento à Globo e ao jornal O Estado de São Paulo, que embarcam para o continente gelado já neste próximo sábado (16).

Ao site Notícias da TV, o oficial afirmou: “Tem uma fila [para viajar à Antártida] e chegou a vez do Fantástico e do Estadão. Não posso favorecer nem A nem B, e somos transparentes”, disse ele. Após ser quase toda destruída por um incêndio em 2012, a Record recebeu em 28 de janeiro um convite da Marinha para cobrir o fim das obras de reconstrução da base brasileira de pesquisas na Antártida.

Veja também:

No convite, a Marinha avisava que “não existe a possibilidade de exclusividade em uma pauta envolvendo as cinco TVs abertas e os quatro maiores jornais do país”. Porém, no último dia (08) a Marinha informou aos veículos que a viagem, programada para a próxima sexta (22), foi adiada para 9 de março, por uma questão de logística. Já nesta semana, a Record é surpreendida com a notícia de que a jornalista Sônia Bridi, do Fantástico, irá embarcar antes de todo mundo com uma repórter e um fotógrafo do Estadão.

Para a emissora, a antecipação dos dois veículos configura exclusividade em favorecimento. “Neste início de verão estavam na frente da fila o Fantástico e o Estadão”, justifica o comandante. A estação Comandante Ferraz seria reinaugurada oficialmente neste ano, mas a internação hospitalar e a agenda de Bolsonaro não permitiram. Ficou para janeiro de 2020. Mas, segundo a Marinha, fica pronta no mês que vem.

Logotipos da Record TV e da Globo (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar