Celebridades

Ratinho aproveita momento de folga e viaja para o Pantanal

Como é de praxe, o apresentador Carlos Massa, vulgo Ratinho, sempre curte os finais de semana, período este no qual se encontra de folga do trabalho, em algum lugar do país, seja sozinho, com a família ou com os amigos. E desta vez não foi diferente. Em sua conta oficial no Instagram, o apresentador do SBT chegou a publicar na manhã desta quinta-feira, 19 de outubro, um vídeo em que diz estar indo de jatinho particular ao Pantanal para pescar.

Na filmagem, ele aparece ao lado do músico Camilo Reis juntamente com outros companheiros seus. “Estamos indo para Porto Murtinho, lá no Pantanal”, disse Ratinho na gravação. Nos comentários, vários seguidores do comunicador desejaram boa viagem a turma. “Vai com Deus turma que Deus os abençoe”, escreveu um. “Boa pescaria e que Deus te acompanhe”, falou outro. “Deus abençoe Ratinho”, desejou um terceiro. Assista:

Bora gente vamos pescar! 😀🐟🐠👏

A post shared by Ratinho Oficial (@oratinho) on

Em entrevista, Ratinho relembra início da carreira

Em entrevista concedida para o jornalista Marcelo Bonfá em seu canal do YouTube, Ratinho relembrou o início de sua carreira e a época em que Tim Maia enviava vários faxs repletos de xingamento. O apresentador, no entanto, começou sua carreira na CNT e foi descoberto pelo cantor, falecido em 1998, graças à Parabólica.

Veja também:

“O nosso Tim Maia, o querido Tim Maia, mandava fax quando ele descobriu o Cadeia no Rio de Janeiro pela parabólica. Eu tenho vários faxes dele até hoje”, disse Ratinho. “Ele dizia: ‘Você é um louco, você é um doido’. E eu respondia: ‘Seu maconheiro do capeta, seu cantorzinho de b…’. Eu metia o pau nele, e ele outros, e ele morria de rir. Ele adorava quando xingava ele no programa”, concluiu.

Carlos Massa inda afirmou que não se arrepende por ter comandado policialescos – como “Cadeia” e o “190 Urgente” – mas justifica que desistiu deles após ter descoberto que, em algumas vezes, julgava suspeitos que depois se provavam inocentes. “Não me arrependo de ter feito. Me arrependo de ter julgado alguém muitas vezes e esse alguém ser inocente. Quando eu vi que tinha muito isso, deixei de fazer. Quando notei que nem sempre era o que a Polícia falava, eu não quis fazer mais, e nunca mais na vida faço”, pontuou.

Ratinho e Marcelo Bonfá (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar