Noticia, Programas

Rachel Sheherazade e Pedro Bial, no Programa da Maísa, destacam dificuldades no atual jornalismo

Neste sábado (3), o Programa da Maisa teve como convidados dois jornalistas: Pedro Bial e Rachel Sheherazade. Durante toda a atração, Maisa Silva abordou muitos questionamentos sobre o atual jornalismo. A apresentadora do SBT Brasil declarou: “Eu sou apenas alguém querendo fazer jornalismo, num momento muito difícil para os jornalistas, onde a nossa profissão está sendo tão bombardeada, tão atacada injustamente. Então eu sou apenas uma resistente”.

Pedro Bial concordou com a fala da colega e complementou, elogiando a âncora: “Uma mulher de coragem. Quando dá medo, vai com medo mesmo”. Bial comentou sobre as principais dificuldades da profissão: “Eu acho que o maior desafio é a gente fazer cada vez melhor o nosso trabalho e não se curvar a pressões e interesses políticos e econômicos. A gente é movido pela desconfiança. O jornalista desconfia de tudo e a desconfiança é o motor da democracia”, disse ele.

Pedro Bial, que está no jornalismo desde 1981, afirma que cobriu diversas matérias importantes. Uma delas, que foi exibida no programa, foi a queda do Muro de Berlim, em novembro de 1989. O jornalista da Globo ainda comentou sobre sua fase de repórter: “A reportagem sempre deixa uma saudade. Na rua, você tem que viver aquilo que você está cobrindo, você dá o seu testemunho. Você tem um compromisso com a verdade”.

Veja também:

Nas redes sociais, os telespectadores amaram rever os momentos de Bial: “Pedro Bial tem muita história pra contar de tudo que ele já viveu como Jornalista”, disse um. “Me lembro perfeitamente desse dia que o Pedro Bial cobriu a queda do muro de Berlim. Sou idosa? Talvez”, afirmou outro.

Rachel Sheherazade e Pedro Bial no Programa da Maisa (Foto: Reprodução/Gabriel Cardoso/SBT)

Você também pode gostar