Celebridades

Projeto de lei que pode criminalizar o funk gera revolta na internet

Algo muito curioso está acontecendo nos bastidores do Senado Federal, e isso tudo acontece pelo simples motivo de que o Senado, como uma forma de colocar o povo nas suas ações, criou uma regra na qual a sociedade poderá pautar alguns assuntos do qual os senadores devem analisar. Para que isso ocorra, uma determinada quantidade de pessoas deverá atingir determinada quantidade de votos para que o projeto comece a ser analisado pelos senadores.

Diante disso, mais de 20 mil pessoas votaram a favor da ideia de criminalizar o funk no Brasil, proibindo a sua exibição, produção e tudo mais. Claro que um assunto como esse geraria uma polêmica muito grande. Os senadores começarão a analisar o assunto, que ainda não tem a mínima estimativa de quando será levado ao plenário. No entanto, na internet, a revolta foi imediata.

Veja também:

Muitos questionaram a questão da livre expressão cultural, argumentando que o funk está inserido em um contexto no qual aqueles que não queiram ouvir, não são obrigados, assim como o axé, sertanejo, MPB e outros gêneros musicais. Além disso, foi bastante questionado se o Senado não tinha o que fazer ao invés de perder tempo analisando projetos que claramente ferem a Constituição Federal, carta magna no que se refere as tomadas de decisões no campo jurídico do Brasil. A ideia de um projeto como esse passar é absurdamente mínima, embora exista.

Querem criminalizar o funk (Foto: Reprodução/Internet)

Você também pode gostar