Band, Noticia, TV

Porta dos Fundos pode assumir lugar na Band que era do Pânico

Toda a movimentação em torno da Band é vista com desconfiança por parte da imprensa. Nos últimos dias, Antonio Tabet, acompanhado de dois executivos da Viacom, empresa detentora do Porta, esteve em uma reunião na sede da TV Band em São Paulo. A princípio, tudo é tratado como uma visita na qual a produtora foi apresentar seus formatos, suas ideias, seus planos, enfim, colocar na mesa seu cardápio.

No entanto, segundo notícias do colunista Flávio Ricco, em meio a conversa houve uma brecha para que se fosse conversada a possibilidade de algum projeto com a emissora. Não sabe-se qual, mas já há ideias que apontam para um programa que substitua o Pânico, que em poucas semanas será retirado da grade do canal. De qualquer maneira, Antônio nega que tenha tratado disso na reunião, mas é uma possibilidade que não pode ser descartada.

Elenco do Pânico deve não ganhar rescisão

Pânico se prepara para desembarcar da TV Band a partir do próximo mês, porém, algo chama bastante atenção ao elenco do programa. Caso a atração acabe, ninguém estará devendo absolutamente nada a ninguém. Segundo informações do colunista Ricardo Feltrin, caso se confirme a demissão em massa que virá, ninguém ganhará com a rescisão do contrato, já que uma clausula assegura isso.

Veja também:

Nesse ponto do contrato está claro que ninguém deve nada a ninguém caso alguma das partes queiram quebrar o contrato. A maioria dos contratos não possuem validade para terminar. No entanto, aqueles que estejam programados para acabar entre 2018 e 2019 continua sem receber nada. A única diferença é que nesse caso, o programa é obrigado a avisá-los da demissão com 30 dias de antecedência, para que eles possam cumprir o aviso-prévio. Até aqui, ninguém do Pânico foi comunicado de dispensa.

Equipe do Porta dos Fundos (Foto: Divulgação)

 

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar