Celebridades

Porsche segue rumo à inocência total na morte de Paul Walker

Quem é fã dos filmes “Velozes e Furiosos” e durante a saga do filme aprendeu a amar o personagem de Paul Walker, pode ficar triste com os rumos da ação que o pai do ator moveu sobre a marca Porsche, marca do carro onde ele sofreu o acidente que vitimou na sua morte.

Segundo um site norte-americano, um júri declarou a Porsche inocente da acusação, pois alegam a defesa que o veiculo estava com falhas mecânicas, em relato da esposa de Roger Rodas o condutor do carro no dia, disse que a célula do combustível tinha sido comprometida, onde causo o incêndio.

Porém o fato foi ignorado pelo Juiz que contra argumentou afirmando que o carro não foi construído para resistir a impactos laterais, “Paul Walker era um passageiro naquele carro. Ele sobreviveu à batida, mas ficou preso e acabou morrendo queimado por conta dos defeitos no veículo”. Declarou o advogado da família.

Veja também:

A filha do ator afirma que irá até o fim para esclarecer o que realmente ouve no dia do acidente.

a-filha-de-paul-walker-acusa-por

Paul Walker e a filha (Foto: Reprodução do Google)

Você também pode gostar