Programas

Por conta da votação do impeachment, equipe do “Zorra” faz gravações de última hora

Ninguém poderia realmente imaginar que a TV Globo conseguiria contornar um problema considerado irreversível por alguns, que era justamente a lentidão do “Zorra” que a cada sábado perdia público e também era detonado na rede social. Para se ter uma ideia, justamente a falta de humor do programa era o que fazia com que ele se tornasse “engraçado”.

No entanto, a atração ganhou mais agilidade e piadas mais inteligentes. Além disso, o “Zorra” passou a brincar muito com a política. Mesmo com o filtro da Globo em relação aos termos que irão ser abordados, o colunista Flávio Ricco destaca o trabalho de gravações de última hora que se deu no programa. O motivo disso tudo é justamente a votação do impeachment de Dilma Rousseff.

Veja também:

Segundo a publicação, um novo esquete foi produzido ao longo dessa semana, com base nos discursos dos deputados que colocavam o nome de Deus para justificar seus votos. Claro que desde a produção de texto, até as gravações, requer dias e ainda assim a equipe deu conta de tudo para garantir que neste sábado, 23, o material produzido já fosse ao ar.

"Zorra" ganhou mais agilidade

“Zorra” ganhou mais agilidade

Você também pode gostar