Emissoras

Por causa do dólar alto, nova temporada do “MasterChef” é incerto em 2016 na Band

Devido à alta do dólar, as emissoras estão se vendo obrigadas a reduzir custos e evitar nova dívidas com os direitos para transmissões de filmes, séries e formatos de realities, que são pagos com a moeda norte-americana.

Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, a Globo é a mais prejudicada pelo aumento. Estima-se que a Endemol, empresa estrangeira detentora de formatos, receba em média US$ 2 milhões, cerca de R$ 8 milhões por ano, para cada edição feita do “BBB”, mais que o dobro do valor que era pago dois anos atrás. Mas o que ajuda a emissora carioca é o alto lucro líquido anual. Porém, a nova temporada do programa musical “SuperStar” é incerto em 2016.

Outra atração que não tem seu futuro garantido no ano que vem é o “MasterChef”, já que a Band se tornou a mais frágil com a alta do dólar, que ainda não pagou os direitos do reality culinário para os detentores do formato e pode sofrer um aumento para a próxima edição, o que torna a nova temporada incerta na programação do canal, que também tem desenhos e seriados que são pagos em dólar, tirando as dívidas antigas que ainda não foram pagas.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Curtidas