Emissoras

Por causa de canais abertos, assinaturas de TV a Cabo devem ficar mais caras, entenda

Em meio a perdas de assinantes, e o iniciar de uma crise no mercado de assinaturas por TV a Cabo, a Netflix surgiu ‘roubando’ ainda mais o público que já se cansou dos comerciais, das altas tachas lhes impostas, e da baixa qualidade na programação por um preço acessível, no auge de uma crise econômica no Brasil.

Desta maneira, as operadoras de TV por assinatura não estão vivendo o seu melhor momento no mercado, e tal situação parece que está longe de se ‘normalizar’. Tudo porque, de acordo com o colunista Daniel Castro, até o governo estaria, de certa forma, atrapalhando a vida dos assinantes e das prestadoras.

Acontece que um parecer do governo afirma que a empresa de Edir Macedo e a de Silvio Santos – Rede Record e SBT – são legais; tal documento dá aval para criação de empresa para vender sinal digital dos canais abertos, no caso, Record, SBT e RedeTV!, e isso ocasionará um aumento dos preços da TV paga para os assinantes, de acordo com operadoras e programadoras.

Emissoras podem 'encarecer' a TV por assinatura
Emissoras podem ‘encarecer’ a TV por assinatura