Emissoras

Por acidente, jornalista da Globo se torna correspondente

Os correspondentes, que são assim chamados aqueles jornalistas enviados para fazer reportagens diretamente de outros países, normalmente contam com uma preparação, esta que perdura meses e até anos antes de ser anunciado no cargo. No entanto, uma situação acabou pegando de surpresa Marcelo Courrege, que integra o Departamento de Esporte da Globo.

Em passagem pela Rússia para um treinamento das transmissões da Copa do Mundo de 2018, o jornalista foi surpreendido com um acontecimento importante no país. O atentado no metrô de São Petersburgo o-fez, por acidente, ser promovido ao cargo de correspondente da emissora carioca na Rússia.

Veja também:

O anúncio foi feito pelos âncoras do “Jornal Hoje” e do “Jornal Nacional”, que antes de chamarem as reportagens da cobertura do atentado, sempre o-intitulavam como novo enviado especial da Globo no país. Courrege retornará ao Brasil nos próximos dias, quando acertará todos os detalhes de sua permanência na Europa.

Marcelo Courrege virou correspondente da Globo na Rússia por acidente. (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar