Celebridades

Policia informa que inquérito sobre a morte de Domingos Montagner não deve apontar culpados

Um inquérito foi aberto peça polícia do município de Canindé (SE), para apurar a morte do ator Domingos Montagner, que se afogou enquanto nadava com a atriz Camila Pitanga no rio São Francisco nesta última quinta-feira (15). De acordo com o escrivão Levi Pereira Junior, o resultado da investigação deve ser enviado ao Ministério Público nesta próxima segunda-feira (19), sem culpar ninguém.

“Tudo indica que foi culpa exclusiva da vítima”, contou ele, ao site Uol. Até o momento cinco testemunhas foram ouvidas, inclusive a atriz. Dois policiais serão ouvidos ainda nesta sexta. Pereira Junior, relatou como ocorreu o incidente mediante os depoimentos já ouvidos.

“Eles foram para um local que não deveriam em busca de privacidade, e não havia placa indicando. Eles chamaram os outros integrantes da equipe, mas eles não quiseram ir, então foram ele, Camila e o motorista, que não entrou no rio. Ao chegar, viram que a correnteza era forte e tentaram buscar a pedra. A Camila conseguiu, mas ficou muito cansada. Ele não resistiu. O grande erro dele foi nadar contra a correnteza. Dois barqueiros estavam perto e chegaram rapidamente ao local e tentaram procurar ele, mas não acharam. É um local muito fundo, com até 37 m de profundidade”.

Veja também:

O escrivão ainda salientou que não havia qualquer tipo de sinalização informando que aquele trecho do rio era perigoso. “Se ele tivesse deixado se levar pela correnteza, poderia escapar com vida, mas aí também correria o risco de bater em uma pedra. O certo era não ter ido ao local, mas não havia indicação”.

Inquérito sobre morte de Domingos Montagner será entregue nesta segunda (Foto: Reprodução)

Inquérito sobre morte de Domingos Montagner será entregue nesta segunda (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar