Polêmica: Carmen Mouro é acusada de pagar pra ser rainha da Mocidade

Como publicado por mim ontem (27) no site, a nova Rainha de bateria da Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel, Carmen Mouro, já está envolvida em polêmica.

Alguns seguidores da agremiação discordaram da escolha, defendendo que deveria ser alguém da comunidade. A escola anunciou no domingo (26) que a empresária angolana substituiria Claudia Leitte, porém enquanto alguns fãs da escola elogiaram a novidade outros chamaram a escolha de “rídicula”, dizendo que o lugar deveria ser de alguém da comunidade.

“Ela não sabe [sambar]. Não tem um vídeo que mostra ela sambando ou melhor tentado sambar. Mais uma bola fora da diretoria da escola. Essa angolana não tem a menor identificação com a escola. Está ”pagando mesmo pelo cargo”. Enquanto isso, Mocidade está essa zona toda: Enredo ruim e rainha de bateria nota zero”, diz Mariana Costa.

“A escola não tem grana, precisa de dinheiro, e o caminho é colocar alguém que tenha grana forte para investir! Ela é empresária em Angola, certo? Portanto, se perguntem mais uma coisa: Atrás dela tem o marido rico também e neste momento a maioria das escolas está sem grandes patrocinadores. A era dos grandes presidentes de honra acabou. É isto aí ou não conseguem colocar escola na avenida”, escreve Lena Ferreira.

Ontem à tarde, Carmen Moura reagiu no seu Instagram tentando acalmar os seguidores da Mocidade: ”Normalmente não sou de me pronunciar a qualquer tipo de comentário, mas vejo que todos estão com sete pedras nas mãos com relação ao meu reinado! Não sou brasileira? Não sou, mas carrego no meu sangue parte do sangue brasileiro que saiu daqui, da mamãe África”, afirmou a empresária.

Carmen Mouro (Foto: Alex Pires)
Carmen Mouro (Foto: Alex Pires)
Curtidas
Diiego
Curitibano e fundador do site Famosos na Web, sou apaixonado pelo mundo virtual.