Celebridades

“Pesado demais”, diz Leonardo Vieira sobre se assumir gay

O ator Leonardo Vieira que trabalhou em folhetins como “Senhora do Destino” e “Os Dez Mandamentos” está sendo alvo de ataques homofóbicos na internet e já foi na Delegacia de Crimes Virtuais prestar queixa. Contudo, “em detrimento de sua dignidade”, ele resolveu escrever uma carta aberta ao público.

Na carta, Leonardo diz achar o termo “assumir” pesado: “Infelizmente, vivemos em um país ainda cheio de preconceitos e a homofobia é um deles. Revelar-se homosexual não é fácil pra ninguém e acredito que seja ainda mais difícil para uma pessoa pública. Sempre achei “assumir” um termo pesado demais“, começou o ator.

Assume-se um crime, um delito, um erro e uma falta grave. Será que estou errado em ser quem sou? Será que tenho alguma culpa para assumir? Esse termo “assumir” me perseguiu como se eu tivesse cometido algum crime e que eu teria que fazer o “mea culpa” e ser condenado. Nunca me senti criminoso ou culpado por ser homosexual, eu me sentiria assim se tivesse matado alguém, ou roubado alguém ou a nação. O fato de ser gay nunca prejudicou ou feriu alguém, a não ser a mim mesmo“, escreveu.

Leonardo Vieira prestou queixa na Delegacia de Crimes Virtuais (Imagem: Divulgação)