Celebridades, Noticia

Paula, vencedora do BBB19, depõe na delegacia e sai do local com o rosto coberto

Nesta segunda-feira (15), Paula Von Sperling, vencedora do BBB19, prestou o seu depoimento na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) no Rio de Janeiro. A mineira está sendo investigada por acusações de intolerância religiosa enquanto estava dentro do reality show. Paula chegou às 16h na delegacia e seu depoimento durou mais de duas horas.

A ex-sister deixou a delegacia junto com a irmã e sem da nenhuma entrevista. Além disso, ela saiu com o rosto coberto e cobriu as janelas do carro com camisas. O delegado titular do caso, Gilbert Stivanello explicou que o comentário de Paula se configura como injúria com relação ao preconceito à religião. “Farei o relatório conclusivo, encaminho à Justiça e o Ministério Público vai avaliar se denuncia ou arquiva”, disse ele aos jornalistas.

Tudo começou durante uma conversa em 6 de fevereiro, no BBB19, quando a mineira fez uma série de comentários que foram considerados por alguns participantes, telespectadores e internautas como racistas. Em um bate-papo com Diego e Hariany, a sister afirmou ter medo de Rodrigo por ele ter contato “com esse negócio de Oxum” e disse: “Nosso Deus é mais forte”.

Veja também:

Segundo o delegado que está a frente do caso, se a loira for considerada culpada, ela pode pegar até três anos de pena. A advogada Mônica von Sperling, irmã de Paula, disse que a família está preparada para qualquer denúncia de Rodrigo. Até agora, Paula não comentou sobre o caso.

Paula, a grande vencedora do BBB19 (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar