Noticia, Novelas da RecordTV

Paula Richard se pronuncia sobre baixa audiência de O Rico e Lázaro

Lançada na época em que a Record havia travado uma briga com as operadoras de TV por assinatura, é notável que um dos fatores para O Rico e Lázaro não ter conseguido obter o mesmo desempenho das antecessoras na audiência foi justamente pela perca de público da emissora de Edir Macedo sem os assinantes.

Em entrevista concedida ao site Purepeople, a autora responsável pelo enredo bíblico, Paula Richard, acredita que a saída do canal da Barra Funda foi o verdadeiro motivo para que a novela alcançasse o terceiro lugar na Grande São Paulo, ficando atrás de Carinha de Anjo, na disputa da preferência do público. “Havia muita expectativa por parte da direção, produção, toda equipe e elenco em relação à novela… Tudo para arrebentar. Mas aí, na segunda semana, veio a Simba”, lamenta.

+ Ribeirão do Tempo consegue ter audiência melhor que O Rico e Lázaro

+ O Rico e Lázaro – Últimos capítulos: Asher volta para Babilônia e contrai lepra

Veja também:

A join venture, formada pelo SBT, RedeTV! e Record, foi formada para negociar a transmissão do sinal com as operadoras. “Perdemos 30% de audiência com o corte do sinal. Isso porque a Record tem um público maior usando a TV a cabo. Uma pena porque tivemos atuações extraordinárias, cenas e sequências lindíssimas”, analisa.

A trama protagonizada por Dudu Azevedo, Igor Rickli e Milena Toscano, que perdeu quase metade da audiência desde a estreia, foi prejudicada pelo público fiel de Carinha de Anjo, remake produzido pelo SBT e que está em exibição desde novembro do ano passado. “‘Carinha’ [de Anjo] já tinha seu público consolidado e ‘Rico’ estava apenas começando”, acrescenta ela, que nega qualquer insatisfação por parte da emissora. “Em nenhum momento! Pelo contrário, o Edgar Miranda [diretor] e eu só recebemos elogios da direção. O retorno que recebemos é maravilhoso”, garante.

Paula, já escalada para um novo trabalho após concluir O Rico e Lázaro, que acaba no próximo dia 20, critica ainda o preconceito por parte do público com tramas inspiradas na Bíblia Sagrada. “Muita gente não vê, mas fala mal só por falar. Toda novela tem defeitos e acompanhei de perto as críticas de quem assiste. Mas, crítica de quem não assiste, realmente não dá pra levar a sério!”, pontua.

Paula Richard ao lado dos protagonistas de O Rico e Lázaro (Foto: Reprodução)

Paula Richard ao lado dos protagonistas de O Rico e Lázaro (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar