Celebridades

Paula Richard se arrisca para não sumir com personagens em “O Rico e Lázaro”

Com a tentativa de não evitar o acontecimento de fazer nenhum personagem sumir no meio da trama, a autora Paula Richard está com uma grande responsabilidade. À frente de “O Rico e Lázaro”, a contratada da Record tem que lidar com 97 atores no elenco de sua novela, distribuídas nas fases. Para não se perder, ela se organiza para não conseguir se esquecer de nenhum nome na história.

“É muito perigoso trabalhar com muita gente, mas com isso eu tomo o maior cuidado. Acho que você não pode botar um ator na novela sem dar uma oportunidade para ele. Nem todo mundo é protagonista, mas gosto de dar pelo menos um bom momento até para os que têm papel pequeno”, diz. “Eu trabalho com um papel, com mural, [para poder controlar] os núcleos de todo mundo. Às vezes olho para ver se estou esquecendo de alguém”, conta.

Desde que foi promovida de colaboradora para autora, Paula revelou o tempo no qual se dedica exclusivamente para o enredo bíblico. “É realmente uma entrega. Deveriam fazer um making of do pessoal que escreve, [seria] horroroso. Entediante. É todo mundo sozinho na frente do computador, tem dia em que você nem penteia o cabelo, roupa também pouco importa. Aí você senta às 8h da manhã [para escrever] e quando vê já são 10h da noite e você ainda nem penteou o cabelo. Quando eu durmo eu sonho [com a novela] também. Sonho com a história, pena que eu não me lembro [ao acordar], tenho que anotar”, brinca.

Veja também:

“O desafio de escrever uma boa história é o mesmo. Na [trama] bíblica, tem uma complicação maior que é estudar aquela sociedade. Não podemos usar algumas palavras, como ‘ligado’. Às vezes é difícil, mas o público vai sacar se escapar. Tem tramas que não se pode criar numa novela bíblica, diferente de uma contemporânea, que você pode levar para lá e para cá. Por outro lado, você pode usar esses desafios para criar coisas interessantes também”, acredita a profissional. Com informações do jornalista Daniel Castro.

Paula Richard acompanhada de Dudu Azevedo e o diretor Edgar Miranda. (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar