TV

Pânico alerta a Band sobre a multa milionária pela quebra de contrato

A Band surpreendeu muita gente com a decisão de encerrar o Pânico, que estreou em 2012, mas, de fato, vinha passando por uma grande dificuldade para se erguer na audiência. Exatamente isso pode ter sido crucial para que o programa caísse em desgraça. Agora, de acordo com informações do colunista Flávio Ricco, a emissora está sendo alertada sobre a multa milionária que terá que pagar pela quebra de contrato.

Antônio Augusto Amaral, o Tutinha, proprietário da marca Pânico, alertou pessoalmente a direção do canal de que se a decisão de terminar o programa, ainda esse ano fosse, mantida, a multa de 10 milhões de reais teria que ser cumprida. O contrato que vigora só termina em 2019. Não sabe-se como a Band está lidando com essa situação, ainda que o canal tenha o interesse de finalizar o programa o mais rápido possível.

SBT deve ser o destino do Pânico

Conforme noticiado anteriormente aqui pelo Famosos na Web, a Band não vai renovar o contrato com o Pânico, que tenta negociar com o SBT. A emissora é a única saída para que o formato continue no ar pela TV, pois é certeza que a trupe não terá espaço na Globo, e nem muito menos na Record. Na RedeTV!, por motivos óbvios, esta possibilidade é completamente descartada.

Veja também:

Com isto, o desespero do humorístico em continuar no ar é aparente. Tanto é que, para a emissora do Silvio Santos eles estão se predispondo, inclusive, a se relançarem completamente renovados em um novo dia. Os humoristas deixariam os tradicionais domingos e tentariam espaço na programação aos sábados. Porém, todas as portas parece terem se fechado, pois os diretores do SBT não apoiam a vinda do Pânico. Com informações do jornal Estado de S. Paulo e do Notícias da TV.

Pânico estará fora da Band (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar