Colunas

Os dez mandamentos de como esticar uma novela

received_991475644236090A Record não vem poupando esforços para que a sua novela de maior sucesso garanta ótimos índices de audiência. Na semana passada, o que se pôde ver foi uma verdadeira aula de como esticar uma novela. A emissora já havia adotado esta metodologia antes, quando viu que era satisfatório confrontar com a novela das nove da Globo, em virtude disso, a Record vem prolongando em dez minutos os capítulos de “Os Dez Mandamentos”, fazendo o folhentim terminar mais tarde do que o habitual, e para que isso aconteça a emissora “enrola” ao máxmo possível a trama, com flashbacks intermináveis e diálogos totalmente desnecesssários.

Na semana passada, a novela exibiu a morte da princesa Henutmire (Vera Zirmmemann), que veio a falecer devido a uma série de acontecimentos. Por conta disso, a direção logo tratou de introduzir o máximo de cenas possíveis em torno da morte da princesa, com diálogos bobos e sem nenhuma função dramática. Os telespectadares mais atentos perceberam o arraste da trama. Outro caso de “encher linguiça”, pôde ser notado quando as primeiras pragas de “Os Dez Mandamentos” foram exibidas em vários capítulos seguidos, a novela reprisou incansavelmente as pragam que já haviam sido lançadas, em especial, a praga onde as águas do Egito se transformaram em sague, algo que foi reprisado nos cinco capítulos da semana.

É certo que com esta metodologia a trama perde qualidade e que há um amadorismo em relação a produção da novela, o que não podemos duvidar é que a Record faça isso novamente com os próximos capítulos de “Os Dez Mandamentos”, apenas para que início de “A Regra Do Jogo” confronte com os últimos minutos da novela. Algo totalmente absurdo, para quem presa por um enredo bem produzido.

(Foto: Internet)

(Foto: Internet)

Curtidas